19 de set de 2011

Você acredita em reencarnação?

    Em diversos atendimentos que faço como Reflexoterapeuta, tenho hábito de fazer essa pergunta a título de pesquisa para meus estudos. Incrivelmente as respostas são diferentes, porém com conotação muito semelhante; conversando um pouco mais, percebo uma grande dúvida em torno da vida humana. Geralmente  as pessoas que dizem não acreditarem na reencarnação, encontram respostas que tentam atender uma demanda muito frágil. Um desses exemplos é o caso daqueles que justificam o não crerem, pelo fato desse assunto não constar da Bíblia, pelo menos não com esse nome e  na visão deles, ou seja numa interpretação equivocada, fanática, não há porque acreditar.
     É fato, cabível de pesquisas na história da Humanidade, que nos primeiros concílios religiosos, a tese da reencarnação foi retirada dos dogmas católicos, enquanto que antes disso tinha livre curso no seio dessa Igreja. Pois bem, penso que basear-se nessa justificativa para formular uma opinião a respeito de assunto tão importante é no mínimo comodismo para não estudar e conhecer profundamente. Então, é mais fácil se apoiar em fatos não comprovados.
     A verdade é que podemos avaliar que a Humanidade vai se conduzindo por uma futilidade de nossa sociedade,   uma superficialidade, uma forma de "aproveitar a vida" totalmente desviada daquilo que seria a verdadeira missão de cada um; com isso ainda se observam tantas  guerras, tanto preconceito,  etc. Para algúns é ainda mais cômodo analisar tudo isso e rotular de "Humanidade podre", e com isso continuam afastados do conhecimento de que somos todos parte e exatamente por essa razão, temos muita responsabilidade e missão de uma transformação individual e coletiva.
     Conforme aprofundo meu estudo, baseado nessas respostas de meus clientes, vou entendendo que de fato, essas opiniões são resultantes da própria Inquisição, que infelizmente só trouxe atraso na evolução de uma forma geral. Gerou consequências terríveis, tirando das pessoas o senso de finalidade, de igualdade, transformando a vida terrena em uma trajetória sem sentido, vivida às tontas, favorecendo o egoísmo, o apego aos bens materirais, o prazer sensorial, numa apologia ao fútil, ao superficial, ao Eu inferior. Isso conduz à cegueira existencial e pior, às doenças da alma, depressões, suicídios e tantas outras que afligem os seres humanos, quando vivem apenas para essa vida e não para a eternidade.
     Concluindo, entendo que a aceitação e compreensão da reencarnação, com estudo aprofundado, só traz benefícios, ela traz consigo a justiça, o respeito com a nossa vida e a de todas as pessoas, o compromisso com o planeta e o conhecimento de que estaremos por aqui durante milhares de anos e que as nossas diferenças (cor de pele, nacionalidade, classe social, religião, etc.) são apenas das "cascas", fato que nos torna realmente irmãos, filhos do mesmo "Pai". A não-crença na reencarnação, por sua visão limitada a esta vida apenas, gera os conflitos e a separatividade entre as pessoas, por acreditarem ser a sua "casca".




     Cada dia mais me convenço da importância do conhecimento; infelizmente ainda vemos em nossa sociedade aqueles que se apegam à idéia de que o estudo acadêmico é tudo na vida de uma pessoa e crêem  ser o suficiente, pois o que visam é apenas a sua sobrevivência material.



Transformando nossas vidas

Ieda Perez
Psicoterapeuta Reencarnacionista
www.portalabpr.org










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...